Colégio Americano de Cardiologia: todas as fontes de proteína animal aumentam a mortalidade por todas as causas.

O Colégio Americano de Cardiologia acaba de publicar em seu Jornal uma revisão de algumas das dietas populares/hábitos alimentares que são promovidos para a saúde cardiovascular. O objetivo da revisão é fornecer aos médicos informações precisas para o aconselhamento dos pacientes no cenário clínico. Os médicos não recebem, infelizmente, muita educação nutricional durante a sua formação médica, mas a dieta é a chave para prevenir doenças em primeiro lugar.american college

As doenças cardiovasculares (DCV) são a principal causa de morte globalmente e, à medida que mais pessoas morrem anualmente de DCV que por qualquer outra causa, é muito importante entendermos quais fatores de estilo de vida podem diminuir nosso risco. A evidência mostrou consistentemente que a adoção de uma dieta baseada em alimentos vegetais integrais não só pode prevenir doenças cardiovasculares, mas também interromper e reverter a progressão das doenças cardiovasculares existentes.dr. kim willians

E as provas levaram o Presidente do Colégio Americano de Cardiologia, Dr. Kim Williams, a declarar:

“Existem dois tipos de cardiologistas: os veganos e aqueles que não leram as evidências“.

Segundo a revisão, todas as fontes de proteína animal (ovos, peixes, aves, carnes vermelhas e carnes vermelhas processadas) aumentaram a mortalidade por todas as causas comparadas à proteína vegetal, sendo a carne vermelha processada associada a mais mortes cardiovasculares e o consumo de ovos associado a mais mortes por câncer. O aumento da ingestão de proteína vegetal foi inversamente associado às taxas de mortalidade. Estes achados foram consistentes com as recomendações para se aumentar a ingestão de proteína vegetal e substituir a proteína animal pela proteína vegetal.

Arteriosclerose
Arteriosclerose

E além disso, afirmou que as evidências indicam que uma dieta predominantemente baseada em vegetais está associada com melhores fatores de risco de doença cardiovascular aterosclerótica (ASCVD), redução da progressão da doença cardíaca coronariana (CHD), efeitos benéficos sobre ASCVD e importante papel na redução do risco de ASCVD.

O artigo destacou que as populações que consomem uma dieta predominantemente vegetariana estrita raramente desenvolvem doenças cardiovasculares, incluindo os Okinawans no Japão, os Papua Highlanders da Nova Guiné, a população da China Rural, da África Central, e os Tarahumara do norte do México”. Em uma revisão sistemática e meta-análise de 8 estudos com a população Adventista do Sétimo Dia (n = 183.321), houve um risco reduzido de eventos CHD (RR: 0,60; IC 95%: 0,43 a 0,80 vs RR: 0,84; 95 % CI: 0,74 a 0,96) e eventos de doença vascular cerebral (RR: 0,71; IC 95%: 0,41 a 1,20 versus RR: 1,05; IC95%: 0,89 a 1,24) em vegetarianos comparados com não vegetarianos.

Os estudos epidemiológicos e estudos controlados randomizados indicam que as dietas baseadas em vegetais estão associadas com a melhoria dos fatores de risco de doença cardiovascular aterosclerótica (ASCVD) e um risco reduzido de ASCVD. Estudos têm sido realizados com dieta vegetariana tanto para a prevenção como para tratamento de doenças cardiovasculares, muitas vezes em conjunto com outros comportamentos saudáveis de estilo de vida.

Em 1995 e 2014, um estudo intervencionista com uma dieta vegetariana estrita (vegana) integral resultou na prevenção da progressão da doença arterial coronariana e reversão da doença angiográfica (vista no exame). Desse modo, parece que um dieta vegetariana à base de alimentos integrais pode parar a progressão de aterosclerose coronariana e dar evidências de regressão da doença angiográfica.doencas-coracao

Se você está querendo evitar a doença cardiovascular, a evidência nunca foi mais clara: eliminar todos os produtos de origem animal e adotar uma dieta vegetariana a base de alimentos integrais.

Fonte:

http://www.onlinejacc.org/content/69/9/1172

Dra. Karla Santone<BR>CRM: 117.154

Dra. Karla Santone
CRM: 117.154

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
E-mail

Contato

Preencha o formulário abaixo e, assim que possível, retornaremos o seu contato.
Se preferir, use algum dos outros canais para contato.

Endereço:
Clínica Cítara Saúde
Avenida Rebouças, 3797 – Casa
Pinheiros – São Paulo – SP
CEP 05401-450

Telefone:
(11) 3814 0700
Agendamento:
(11) 93311 2508

E-mail:
contato@karlasantone.com.br

Dra. Karla Daniela Santone – CRM: 117.154
© 2022 – Todos os direitos reservados.